mivn.com.br

Home » Palavra » Ministração » Deus continua buscando quem possa estar na brecha.
A+ R A-

Deus continua buscando quem possa estar na brecha.

E-mail Imprimir PDF

Ezequiel 22:23-31

23Veio a mim a palavra do Senhor, dizendo: 24Filho do homem, dize-lhe: Tu és terra que não está purificada e que não tem chuva no dia da indignação. 25 Conspiração dos seus profetas há no meio dela; como um leão que ruge, que arrebata a presa, assim eles devoram as almas; tesouros e coisas preciosas tomam, multiplicam as suas viúvas no meio dela. 26 Os seus sacerdotes transgridem a minha lei e profanam as minhas coisas santas; entre o santo e o profano, não fazem diferença, nem discernem o imundo do limpo e dos meus sábados escondem os olhos; e, assim, sou profanado no meio deles. 27 Os seus príncipes no meio dela são como lobos que arrebatam a presa para derramarem o sangue, para destruírem as almas e ganharem lucro desonesto. 28 Os seus profetas lhes encobrem isto com cal por visões falsas, predizendo mentiras e dizendo: Assim diz o Senhor Deus, sem que o Senhor tenha falado. 29 Contra o povo da terra praticam extorsão, andam roubando, fazem violência ao aflito e ao necessitado e ao estrangeiro oprimem sem razão. 30 Busquei entre eles um homem que tapasse o muro e se colocasse na brecha perante mim, a favor desta terra, para que eu não a destruísse; mas a ninguém achei. 31 Por isso, eu derramei sobre eles a minha indignação, com o fogo do meu furor os consumi; fiz cair-lhes sobre a cabeça o castigo do seu procedimento, diz o Senhor Deus.

O mundo continua no pecado e rumo à destruição. Mesmo com a vinda do Senhor Jesus o ser humano não mudou seu jeito de ver e nega-se a enxergar a obra de Deus para sua vida.É uma responsabilidade nossa continuar a obra redentora do Senhor Deus em nossa vida. Quando nos deparamos com a realidade que se apresenta, percebemos que pouca coisa mudou, só aí entendemos que somos nós, nos dias de hoje, que temos que assumir nosso papel. Qual é o nosso PAPEL?

O papel de gente comprometida. Observando o texto, percebemos que naquela época existiam sacerdotes e profetas, porém eles não estavam funcionando, estavam talvez como nós, envolvidos com suas próprias vidas e cheios de dúvidas e preocupações. Deixavam as coisas de Deus para segundo ou terceiro plano, aí surge uma intervenção de Deus para aquele que o estava escutando, pois Deus só fala com aquele que quer ouvir.

Em primeiro lugar Deus esclarece o que o estava incomodando e relata alguns itens a seguir:

1- Tu és terra que não está purificada e a conseqüência é: Não haver chuva, não haver comida, não haver conforto etc.

2- Conspiração dos seus profetas há no meio dela e a conseqüência é: As almas serão devoradas, tesouros serão tomados, e viúvas se multiplicarão.

3- Os seus sacerdotes transgridem a minha lei:  Sabem o que deve ser feito e não faz.

3.1 Profanam as minhas coisas santas: Fazem as coisas de Deus com irreverência;

3.2 Entre o santo e o profano, não fazem diferença: Vivem em cinismo;

3.3 Nem discernem o imundo do limpo Tudo é permitido;

3.4 Dos meus sábados escondem os olhos e a conseqüência é: Desonra a Deus o que faz com que Ele seja profanado no nosso meio.

4- Deus lamentava que o testemunho do seu povo fosse reprovável e contrário àquilo que Ele desejava.

Os “príncipes” eram como lobos para arrebatar a presa, derramar sangue, destruir as almas. ”Quantos estão morrendo por causa do nosso testemunho negativo?” Quantos obtêm lucro desonesto e deveriam lutar contra tudo isso, mas fecham seus olhos e fazem vistas grossas.  Quando são procurados, dão revelações falsas e dizem: “Assim diz o Senhor Deus”, o que não é verdade.

E a conseqüência disto é:

4.1- A prática da extorsão,

4.2- O roubo,

4.3- A violência ao aflito e ao necessitado,

4.5 – A opressão ao estrangeiro sem razão.

5- Deus então nos dá o caminho para a transformação desta calamidade terrível que se abate sobre nós.

6- Ele está em busca de um homem que esteja disposto a confiar n’Ele e se entregar completamente a Ele.

Alguém que se posicione e seja um instrumento de vida em Suas mãos com o objetivo de transformar a humanidade.  Através deste homem Deus vai:

6.1- Dar graça à terra e ela não será destruída,

6.2- Reter Sua indignação,

6.3- Impedir o derramamento de fúria e fogo consumidor,

6.4- Perdoar por causa do nosso procedimento.

7- Quais são, de fato, nossas prioridades?

Quando nos envolvemos com as coisas de Deus, a princípio acreditamos que é só dizermos estou aqui! Porém, temos de entender que é necessário haver um envolvimento total, nunca parcial. Envolver-se com Deus é abrir mão de tudo que somos e temos. Olhando para a vida de Ezequiel e outros na Palavra de Deus, vemos e somos motivados e confirmados que todos os que se colocaram em Suas mãos prosperaram e enriqueceram de alguma forma. Então por que não conseguimos viver hoje da mesma maneira? Acredito que é por causa do pouco envolvimento que temos com Deus e Sua Palavra. Quando observamos à nossa volta, percebemos quantos estão morrendo e nós não agimos. Pessoas desempregadas, endividadas, falidas, despedaçadas, destruídas (moral, social, emocional, familiar) e estamos parados.

8- Tomemos agora alguns exemplos de pessoas que se colocaram na brecha e foram tremendamente usados por Deus.

8.1- Maria: mãe de Jesus, uma moça de aproximadamente 15 anos de idade foi achada por Deus com graça e através dela fomos salvos, por meio de Jesus.

Se observarmos o que ela fez, foi para ela um risco incalculável. Ela poderia ter sido apedrejada, ter sido morta. Sofreu a desconfiança do seu esposo. Seu marido não a tocou durante toda a gravidez. Logo em seguida, enfrenta uma viagem para um recenseamento convocado pelo rei da época. Viajou através de um deserto por caminhos pedregosos, poeirentos, enfrentou perigos de roubo, fome, frio, risco de ter uma infecção pós-parto, pois dera à luz em um estábulo e sozinha com seu marido. Ela teve uma recompensa?  Com certeza! Teve uma que nenhum de nós jamais conseguirá, ela teve em seus braços e amamentou o Deus criador dos céus e da terra. Ela pôde lhe ver crescer em altura e ESTATURA DE VARÃO PREFEITO!! Que prazer e recompensa é esta, meu amado!

8.2- Moisés: Quando soube que não era Egípcio, ou em outras palavras, quando aceitou a Jesus em sua vida não quis saber dos deleites e facilidades do mundo, ele abriu mão. Em Hb 11:24-26 vemos que ele se junta com seus irmãos para sofrer por causa de Deus e a partir daí sua vida foi transformada. De príncipe de segunda classe no Egito se tornou:

Sacerdote, Profeta, Escriba, Herdeiro de Deus e Príncipe Real nos Céus. Quando Moisés começou sua vida com Deus passou por muitos apertos, pois as pessoas que com ele estavam eram pessoas que possuíam uma mente de escravo. Ele não desistiu, continuou e obteve grandes vitórias.

8.3- José do Egito: Ele nasceu debaixo de uma promessa como eu e você. Ele não pediu para ser crente, porém, nunca abriu mão deste privilégio e o segurou mesmo sem entender. Como sua atitude é tão diferente da nossa em muitas situações, não é mesmo? Muitas vezes queremos ver para crer e depois de recebermos a nossa “Benção”, é que começamos de maneira bem pequena e mesquinha fazer algo para Deus. E reclamando não é verdade?

José não! Ele sofreu perseguição dos seus irmãos dentro de casa. Foi muitas vezes repreendido por coisas que eram sonhos de Deus. Foi privado da comunhão de seu pai, foi vendido como escravo. Humilhado na casa de Potifar, foi acusado de um crime horrendo (tentativa de estupro). Foi preso, passou fome, frio, teve de dormir com ratos, escorpiões, cobras, etc. Mas nunca deixou de dar um testemunho e nunca duvidou da promessa. Você tem promessa meu irmão!!! Ela vai se cumprir na sua vida!!!

O resultado de toda abnegação de José foi a de poder salvar toda sua família. Entendeu? Seu sofrimento não é vão no Senhor!!!

9- São tantos os exemplos que nos faltaria tempo para expormos todos, mas, nós podemos tomar qualquer um para fortalecimento da nossa vontade de conquistar se desejarmos estar na BRECHA.

10- Estar na brecha é querer ser abençoado por Deus e querer ver Sua Glória e Sua mão estendida sobre nossa vida.

Ah! Como seria bom ficarmos parados e as bênçãos chegando sobre nós. Não é mesmo? Mas a proposta não é esta e nunca foi! As pessoas ficam como que querendo mudar o jeito de Deus fazer as coisas e isso não vai funcionar. Todos aqueles que tentaram de alguma forma mudar a maneira de Deus agir sofreram muito mais. Exemplos: Miriam, Arão, Eli, Saul, Pedro, Tomé e tantos outros, como sofreram!

11- Hoje temos a oportunidade de tomarmos estes exemplos e segui-los na proposta que temos, que é a de: GANHAR, CONSOLIDAR, DISCIPULAR E ENVIAR.

Esta é a brecha em que Deus nos aguarda. Estes são os caminhos que devemos trilhar.Por estes caminhos estaremos como todos os citados acima, trazendo a Glória de Deus sobre a Terra, pois Deus quer sarar nossa terra, trazer chuva, trazer prosperidade, fazer com que as palavras dos Sacerdotes sejam verdadeiras. Que o sentimento deles seja de ver o povo liberto e abençoado e se você também crê assim, vamos orar e dizer para Deus “Senhor eis me aqui envia-me a mim”.

Paz do Senhor seja sobre todos os santos Amém!

Ap João Bosco

 

Galeria de Fotos

Enquete

Qual a sua maior dificuldade